Vacina para Covid será bem público, dizem China e França

0
739
Reunião anual da OMS, em Genebra, está sendo realizada virtualmente
Reunião anual da OMS, em Genebra, está sendo realizada virtualmente

Os presidentes da China, Xi Jinping, e da França, Emmanuel Macron, anunciaram hoje (18-05), durante a reunião anual da Organização Mundial de Saúde (OMS), em Genebra, que se seus países descobrirem uma vacina contra o coronavírus ela será um “bem público mundial”, ou seja, todos os países terão acesso ao medicamento.

A reunião da OMS, por conta da pandemia do coronavírus, foi realizada virtualmente, já que a orientação da própria entidade é evitar aglomerações. No encontro, vários países também cobraram que, em caso de descoberta da vacina, por qualquer país, que todas as Nações possam ter acesso.

“Se a vacina for descoberta, ela será um bem público global, a qual todos deverão ter acesso”, anunciou o francês Emmanuel Macron. Na mesma direção foi o líder chinês Xi Jinping, que anunciou que o seu país vai investir, nos próximos dois anos, dois bilhões de dólares para combater a Covid-19, a doença provocada pelo coronavírus.

Vacina promissora

Nos Estados Unidos, a empresa de biotecnologia Moderna anunciou também hoje que os testes da fase 1 de sua vacina contra o coronavírus mostraram resultados muito promissores. Segundo a empresa, um estudo com 45 participantes que receberam o medicamento mostrou que todos eles produziram anticorpos contra a Covid-19.

A vacina da empresa está na vanguarda dos esforços de desenvolvimento de um tratamento para o vírus e recebeu, na semana passada, o selo de “aprovação rápida” da agência de saúde dos Estados Unidos para que a pesquisa possa ser acelerada. A Moderna espera iniciar um estudo de estágio final mais amplo sobre a vacina em julho.

Segundo a própria OMS, existem hoje mais de 100 pesquisas, em vários países, que tentam encontrar uma vacina para a Covid-19, uma vez que, por se tratar de uma doença nova, não existe ainda tratamento comprovadamente eficaz. Dessas pesquisas, pelo menos oito já iniciaram testes em humanos para tentar comprovar sua eficácia.

Com agências internacionais

Relacionadas

Pesquisa de vacina contra Covid-19 fica pronta em agosto

Pfizer acredita ter vacina contra Covid-19 em setembro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome