“Caetanando” na quarentena

0
383
Imagem - redes sociais
Caetano Veloso - ilustração - redes sociais

O momento é bizarro, distópico, surreal? Muito. Mas se é isso o que a gente tem pra hoje, que sigamos as regras e aproveitemos o que há de bom. “Caetanar”, por exemplo.

Seguir Caetano Veloso nas redes sociais é um deleite. Se você ainda não descobriu o gênio da Tropicália nesse mundão cibernético, não sabe o que está perdendo. Bora aproveitar. Ah! Só tem um probleminha. Afinal, nada é perfeito, né? A “Yoko Ono tropical” – uma chataaaa – também faz parte da cena. Ignore a moça, relaxe e aproveite.

Dias desses o Caetano comentou sobre o “R” Retroflexo. Foi aí que se abriu uma verdadeira clareira na minha mente. Como é que eu ainda não havia atentado pra isso. Agora dá pra entender o porquê, por aqui, pelas Minas Gerais, a gente fala “porrrta”, forrrrmiga, “porrrrteira”.

Você deve estar se perguntando:

– Mas que diabo de conversa é essa? O que vem a ser esse tal de “R” Retroflexo que entrou sem ser convidado nessa nossa conversa sobre o Caetano?

Nada mais que o som do “R” falado aqui no interiorrr das Minas Gerais, associado por muita gente ao linguajar caipira. Os linguistas discordam. Eu, modestamente, também. De caipira o “R” Retroflexo não tem nada.

O nosso “R” arrastado é herança dos bandeirantes. A rota dos desbravadores começava por São Paulo, seguia para Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e oeste de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Com eles vieram, além da culinária, dos costumes e dos hábitos (muitos nem tão civilizados assim) também o sotaque típico de quem vivia em terras paulistas.

Mas e o Caetano? Ah, sim. Ele atribui a origem do R” arrastado à língua tupi-guarani. O cantor comenta que está lendo “Língua portuguesa e a realidade brasileira”, escrito por Celso Cunha nos anos 1980. Caetano diz que o autor errou ao projetar que a tendência do “R” Retroflexo seria o desaparecimento. Caetano diz que não.

– Tá ai o Mano Brown, a Tábata Amaral e o ex-ministro Sérgio Moro. Caetano segue enumerando mais um monte de gente que fala com o “R” Retroflexo.

Voltando à quarentena, a orrrrdem é ficarrrr em casa. Que seja breve.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome