Estações definem o cardápio

0
191

– Esse tempinho está bom para tomar uma sopa. Que tal um frango com quiabo? Essa comidinha combina demais com esse tempo chuvoso.

Certamente você já ouviu alguém dizer isso. Aposto que até você já associou comida com o clima, com o ambiente, com as companhias.

Tem um livro, “Paneloterapia – A cozinha das estações”, que seleciona as receitas pelo clima. A autora Tatiana Romano lembra que relacionar gastronomia com o tempo é muito comum, apesar de cada país ter um componente cultural. Por exemplo, em alguns lugares é comum consumir sorvete no inverno. Para nós, esse hábito não é tão usual assim.

Para celebrar a primavera a Tatiana sugere pratos coloridos e aromáticos. A regra aqui é combinar a comida com o clima alegre e contagiante. Que tal um frango assado com molho de laranja? Uma abobrinha grelhada também tem a ver. Aqui até uma picanha de forno no sal grosso vai bem.

O verão é como se fosse uma “primavera com pimenta”, diz a Tatiana. Essa estação, ensina, combina com pratos leves e frescos, perfeitos para os dias quentes. Cardápio de primavera que se preze tem que ter peixe assado. E pra beber, heim? Clericot, of course!

Já a brisa fresquinha do outono pede conforto. Hora de optar por “comidas mais quentinhas e aveludadas”. Agora falou a minha linguagem. Então vamos de carne de panela com batatas ou quem sabe seria melhor uma carne de porco agridoce?

No inverno o corpo continua exigir comidas reconfortantes. Só que agora quase grita:
– Eu quero um prato fumegante, denso, saboroso.

Por isso, decreta Tatiana, ” Inverno é a estação do ‘comfort food’. Ah, mas o que é mesmo esse tal de “Comfort Food”? Tá lá no wilkpead: “é uma comida que fornece um valor nostálgico ou sentimental a alguém e pode ser caracterizada por sua natureza calórica alta, alto nível de carboidrato.” Traduzindo: sopa ou outros pratos caldosos, como, por exemplo, um creme de milho com batatas e linguiça, um caldo de feijão, frango com legumes, uma galinhada … Mil possibilidades. Aí, meu Deus! Amo tudo isso é muito mais.

Ah, e já que estamos no verão e pra não perder o costume, segue a receitinha do Clericot do livro da Tatiana.

Clericot
Ingredientes
2 xícaras (chá) de frutas picadas
1 xícara (chá) de suco de laranja
3 xícaras (chá) de vinho branco tipo frisante
Pedras de gelo
Modo de preparo
Coloque as frutas em uma jarra. Você pode usar as que mais gosta. Mas sugiro que você escolha 4 variedades para ficar mais colorido e saboroso. Minhas sugestões são morango, kiwi, melão e uvas verdes.
Adicione o suco de laranja, o vinho e as pedras de gelo. Caso prefira versão sem álcool, use suco de uvas brancas no lugar do vinho.
Dica: você pode adicionar laranja em rodelas e folhas de hortelã.
Rendimento: 8 taças.

Aproveite o verão. Aprecie sem moderação!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome