Biólogo cria sacola de plástico biodegradável de mandioca

0
1296
Biólogo Kevin Kurmala exibe sacola de plástico e outros produtos feitos à base de mandioca. Foto - Redes Sociais - Avani Eco
Biólogo Kevin Kurmala exibe sacola de plástico e outros produtos feitos à base de mandioca. Foto - Redes Sociais - Avani Eco

Um boa notícia para o meio ambiente em todo o mundo e, em particular, para o Brasil. O biólogo Kevin Kumala, da Indonésia, desenvolveu uma sacola de plástico que é feita de mandioca, já está disponível no mercado. Além de biodegradável, ela desmancha em contato com a água e pode servir de alimento para os peixes.

E porquê a notícia é boa para o Brasil. Porque o país é o quarto produtor de mandioca do mundo, com estimadas 24 milhões de toneladas por ano, em média.

O inventor da sacola biodegradável é natural de Bali, um lugar cercado por mares e lugares paradisíacos. Por dez anos ele estudou nos EUA, mas quando retornou para sua terra tudo havia mudado. A cidade estava suja e as praias também não tinham condições para banho.

Brasil é o quarto maior produtor mundial de mandioca
Brasil é o quarto maior produtor mundial de mandioca

Como biólogo, ele decidiu buscar uma solução, que foi encontrada na mandioca, que também é muito comum em seu país. Para produzir as sacolas de plástico e outros produtos à base de mandioca, ele criou, em 2014, a Avani Eco, que hoje oferece ao mercado uma gama completa de embalagens sustentáveis, feitas com ingredientes naturais e renováveis, totalmente compostáveis.

As criações do indonésio fizeram tanto sucesso que ele ganhou em seu país um prêmio de responsabilidade ambiental. Sua meta agora é espalhar a ideia pelo mundo, por uma razão muito simples.

Enquanto uma sacola de plástico convencional demora cerca de 400 anos para se decompor no meio ambiente, causando prejuízos bilionários para a fauna e a flora marinha (a grande parte do lixo plástico vai para os mares), as sacolas de plástico feitas de mandioca se decompõem em poucas horas em contato com a água – e ainda pode servir para alimentar os peixes.

Kevim (dir) exibe sacola biodegradável que ele criou à base de mandioca

A importância da mandioca

Eleita pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o alimento mais importante do século, a mandioca é utilizada para consumo humano, animal e industrial.

Relacionadas

Holandês começa despoluição de 1.000 rios pelo mundo

Fórmula 1 quer ser totalmente “verde” a partir de 2030

Na indústria, a raiz é utilizada em setores de papel e celulose, panificação, têxtil, indústria farmacêutica e de cosméticos, fertilizantes, aplicação em campos de petróleo e siderurgia e na alimentação, servindo como base para a produção de alimentos sem glúten, lactose e funcionais.

Além de Brasil e indonésia, outros grandes produtores mundiais dessa raiz são Nigéria, Tailândia, República Democrática do Congo e Gana. Nosso país concentra três grandes centros produtivos: o Pará (alimentício), a região Sul, especialmente o Paraná, que é responsável por cerca de 70% da fécula de mandioca produzida no país (industrial) e o Mato Grosso.

Com agências

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome