Sunderland Até Morrer é a série futebolística do momento

1
1806
Sunderland até morrer está disponível na Netflix

Final de ano sempre rima com recesso (para alguns), mas certamente o fã de futebol tem um tempinho a mais para se dedicar ao esporte de outra forma, pelo menos aqui no Brasil. Com as férias dos boleiros brazucas, o cardápio de futebol estrangeiro na telinha (e por streaming também, claro) ganha espaço.

Para quem já acompanha a bola que rola lá fora, nem precisa se preocupar tanto, pois a rotina não será tão alterada assim. Mas, com a ausência de jogos nas noites brasileiras, tem gente que rói as unhas para poder ver algo relacionado ao futebol. E é nesse ponto que eu vou tocar. Tem coisa bacana demais para ser vista.

A Netflix é uma porta aberta de opções para quem quer ver futebol. Eu poderia (e vou, futuramente) passar uma lista de filmes e documentários, mas neste momento vou focar em um, que achei acima da média demais. E, no caso, vai valer usar a máxima que diz que não é só futebol. Estou falando isso tudo para você correr para a telinha e iniciar sua maratona de Sunderland Até Morrer.

É mais uma série que entra em um clube de futebol, como a Netflix já tinha feito com sucesso com Juventus e Boca Juniors. Mas, com o Sunderland é diferente, porque não estamos tratando de um clube de primeiro nível do futebol mundial, que disputa finais todos os anos. Juve e Boca são marcas incríveis e é ótimo poder desvendar esses gigantes, mas não dá para comparar as histórias e o glamour quando aparece uma chance de se infiltrar em clube do porte do Sunderland.

Primeiramente, vou apresentar o clube para quem não conhece. Fundado em 1879 na cidade de mesmo nome, no nordeste da Inglaterra, o Sunderland já foi seis vezes campeão inglês, a última delas em 1936. Antes que alguém faça piada, é a mesma quantidade do Chelsea (o Sunderland foi vice uma vez a mais do que os Blues, aliás).

Ah, o Sunderland tem um título inglês a mais do que o Manchester City. De quebra, conquistou duas FA Cup (a última em 1973), a Copa da Inglaterra, o torneio de futebol mais antigo do mundo. Seu maior destaque recente foi o vice-campeonato da Copa da Liga Inglesa, a terceira competição do país, em 2014.

Em toda sua história, o clube esteve em 86 temporadas na elite inglesa e disputava, até dois anos atrás, a prestigiada Premier League. Foi quando a equipe caiu para a segundona, a Championship. E é onde a série começa. E onde ela te prende.

Com imagens internas incríveis do clube,Sunderland Até Morrer mostra todos os percalços pelos quais o clube passa para tentar, primeiramente, retornar para a primeira divisão e, em outro momento, evitar a humilhante queda para a League One, a terceirona inglesa.

Estrutura de invejar

Além de seu currículo de conquistas, o Sunderland tem uma estrutura invejável. Dono do Stadium of Light, com capacidade para 49 mil torcedores, e de um centro de treinamento de primeiro nível, o clube é um dos motores da cidade. E o efeito da queda e do momento ruim do clube é devastador para os moradores e até mesmo para a cidade em si.

O documentário acerta ao expor todos os lados envolvidos. Apresenta o lado dos torcedores fanáticos, mostra um interessante panorama do cotidiano de uma cidade com apenas um clube de futebol, se aprofunda na relação do clube com os jogadores e vice-versa e disseca as dificuldades dos treinadores em montar e gerir uma equipe mesmo em um país com tradição de manutenção de longos trabalhos.

A estrutura interna do clube é de fazer cair o queixo e nunca algo assim foi mostrado com tantos detalhes para o público brasileiro. Os escritórios, a cozinha e o vestiário do Stadium of Light não devem nada a nenhum dos mais aclamados estádios do mundo. É nesse ambiente que os diretores lutam para trazer jogadores que relutam em jogar em um clube com risco de queda para a terceira divisão.

Bastidores abertos

Os bastidores das negociações e dos ajustes feitos para contratar (ou dispensar) profissionais são muito legais. E as imagens dos jogos, com câmeras especiais são de cair o queixo. O Sunderland joga também em estádios acanhados mas com o charme único dos centenários campos ingleses, o que dá um clima especial em vários momentos.

Ao se aprofundar em tantas questões internas, respeitar a história de um grande adormecido, expor de maneira emocionante a relação entre um clube e sua cidade e revelar a engrenagem dessa máquina, Sunderland Até Morrer é a série esportiva do momento para não desgrudar da telinha. Ainda bem que está na temporada 1! Não vou dar nenhum spoiler, mas se vier o que estou pensando na eventual temporada 2…

*****

Quer mandar uma sugestão para a coluna? Use os comentários abaixo, entre em contato pelas redes sociais do Boas Novas MG e também pelos meus endereços. Quer trocar uma ideia? Te espero no Twitter.

1 COMENTÁRIO

  1. sou brasileiro e torcedor do sunderland desde 2011, realmente um clube que tem todo charme do centenário futebol inglês,uma torcida apaixonada e uma linda história, vale a pena ver o documentário, e ver a riqueza do futebol inglês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome