5 características que os voluntários devem ter

0
6981
Voluntários precisam ter compromissos com o tempo dedicado

Aqui no Boas Novas MG, já contamos muitas histórias de quem se dedica a ajudar outras pessoas. Há casos como o da médica que leva atendimento e diversão para cidades sem assistência, do advogado que montou uma rede social de doação de sangue e o da mulher que criou grupos de apoio para cuidadores de pessoas com Mal de Alzheimer na internet. O que todas esses personagens têm em comum? São voluntários.

Segundo o World Giving Index 2017, estudo publicado pela instituição Charities Aid Foundation (CAF), com sede no Reino Unido, 20% dos brasileiros doaram dinheiro para uma organização da sociedade civil, ajudaram um estranho no mês anterior ao levantamento ou fizeram trabalho voluntário. Ainda é pouco, mas novas iniciativas postas em ação todos os dias trazem a esperança de tempos mais solidários.

O fato é que, embora muitas pessoas tenham vontade de colaborar com ações sociais e ambientais, nem sempre todos encontram tempo disponível para o voluntariado. Essa desculpa clássica, porém, não atrapalha quem realmente deseja fazer alguma diferença no mundo pela via do bem. Basta olhar todas as histórias que já contamos aqui.

É possível, portanto, montarmos um perfil de quem arregaça as mangas e atua em ações positivas. Sim, embora não seja uma regra, os voluntários reúnem características em comum, que traçamos na lista abaixo.

Voluntários precisam de cinco características
Voluntários têm cinco características essenciais: a empatia é uma delas

E vale um lembrete: ninguém nasce com todos esses atributos e eles podem ser desenvolvidos com tempo e esforço. Com genuíno interesse, qualquer um pode se tornar um voluntário.

Vamos à lista?

1. Sabem trabalhar em equipe

O trabalho voluntário nunca é feito sozinho. Observe as iniciativas de sucesso: elas sempre são fruto da reunião de várias pessoas, trabalhando juntas, sob o mesmo propósito.

Para que dê tudo certo, é preciso ter disciplina e humildade, a fim de reconhecer que outras pessoas podem ter habilidades que você não tem. É o conjunto das capacidades individuais que forma um bom time de voluntariado.

2. Têm iniciativa e sabem se comunicar

Embora saiba trabalhar com outras pessoas, o bom voluntário não espera ordens para agir. Como, em geral, as instituições filantrópicas contam com bem menos pessoas do que seria o ideal, quem atua nelas deve ser proativo e fazer o que for preciso.

Claro que a isso soma-se uma boa dose de comunicação — tanto para informar aos outros voluntários, como para pedir ajuda quando for necessário.

3. São motivados

Recuar frente aos obstáculos não faz parte das características de um voluntário. Na verdade, é o oposto disso que garante o sucesso das empreitadas de cunho positivo. Em geral, voluntários são pessoas persistentes, cuja motivação constante é natural.

Por meio de seu entusiasmo e engajamento, conseguem motivar outras pessoas a colaborarem. É preciso disposição para encarar o trabalho.

4. Possuem empatia

O voluntário sabe se colocar no lugar do outro. O trabalho de doar-se a quem precisa não passa por hierarquia, tampouco por relação de poder. Quem atua na linha de frente das ações não pode se colocar nem se sentir em uma posição superior por ajudar.

Saber reconhecer a humanidade no outro é uma característica que anda em falta no mundo, mas nos voluntários é uma constante.

5. Se comprometem à causa

Os voluntários mais engajados são aqueles que já descobriram uma luta pela qual realmente querem atuar. Do resgate de animais de rua ao apoio a crianças órfãs, de trabalhar em prol da biodiversidade do planeta a ler para velhinhos em um asilo, existem inúmeras ações que podem ser realizadas, de naturezas bem diversificadas.

A quem você quer se dedicar? Dado esse primeiro passo, a segunda parte é manter o compromisso. Para isso, é preciso ser realista ao estipular a quantidade de horas semanais às quais você vai se dedicar ao trabalho voluntário. Uma vez combinado, mantenha sua promessa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome