Projeto Feminino promove encontros e a força da mulher

0
400
Iza é uma das atrações do Projeto Feminino

O mundo vive uma época em que a mulher está se impondo e colocando suas vontades em primeiro lugar. Seja em campanhas contra o assédio e a violência, seja em movimentos por igualdade salarial, o fato é que o feminino mostra sua força na sociedade.

Como forma de reforçar a posição da mulher na sociedade, o Centro Cultural Banco do Brasil BH promove nos dias 18 a 20 três espetáculos em que elas cantam e dão sua visão de mundo.

O Projeto Feminino reúne três duplas nos próximos dias. A proposta da idealizadora do espetáculo, Débora Ribeiro de Lima, é mostrar a resistência que a arte feita por mulheres pode provocar em momentos tensos e inseguros.

A curadoria do Feminino foi feita pelo coletivo Ninas, fundado por Dani Godoy e Débora. “Somos duas mulheres que encampam esse projeto, logo estamos no topo dessa discussão a que o país tem assistido e que muito nos angustia. A ideia surgiu do nosso desejo e inquietação de agregar outros elementos para esse debate sobre o feminismo. A energia do feminino está em todos os seres, inclusive nos homens. Se todos reconhecessem essa energia, haveria mais respeito e avanços, é essa a nossa tentativa”, disse Débora, em entrevista a O Tempo.

A primeira dupla a se apresentar é formada por Filipe Catto, o único homem convidado, Maria Gadú. No segundo dia do espetáculo, é a vez de Fernanda Abreu e Iza, revelação carioca e que está lançando seu primeiro disco.

Para fechar o Projeto Feminino, sobem ao palco Badi Assad e Tiê.

Agenda do Projeto Feminino

  • O quê: Projeto Feminino
  • Programação: 18/5: Filipe Catto e Maria Gadú; 19/5: Fernanda Abreu e Iza; 20/5: Badi Assad e Tiê
  • Horário: os três shows acontecem às 20h30
  • Onde: Centro Cultural Banco do Brasil BH. Praça da Liberdade, 450, Funcionários
  • Ingressos: R$ 20 (inteira)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome