Boné promete ser alternativa para evitar e reverter calvicie

0
1543
Professor Xudong Wang, especialista em engenharia de materiais da UW-Madison, testa boné em usuário. Foto: UWM
Professor Xudong Wang, especialista em engenharia de materiais da UW-Madison, testa boné em usuário. Foto: UWM

O Boas Novas noticiou, não faz muito tempo, o lançamento de um novo produto, descoberto por cientistas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), para o tratamento da calvicie. Agora, a novidade que promete resolver o problema é um boné que, segundo seus inventores, estimula o crescimento de cabelos, evita e reverte a calvicie.

O boné foi desenvolvido por engenheiros da Universidade de Wisconsin-Madison, nos EUA. O invento funciona assim: pequenos dispositivos chamados nanogeradores, acoplados a um boné, coletam passivamente energia dos movimentos do dia-a-dia do usuário e depois transmitem pulsos de eletricidade de baixa frequência à pele. Esses pulsos, por sua vez, estimulam os folículos adormecidos para reativar a produção capilar.

“Acho que será uma solução muito prática para a regeneração capilar”, afirmou Xudong Wang, professor de ciência e engenharia de materiais da UW-Madison.

Os dispositivos, explica o professor, não fazem com que os folículos capilares brotem novamente na pele lisa, mas reativam estruturas que produzem cabelos que ficaram inativos. Isso significa que eles podem ser usados de forma mais eficiente por pessoas que estão nos estágios iniciais da calvície.

Sem efeitos colaterais

Ao lado do boné, dispositivos que são usados para estimular folículos. Foto: Alex Holloway / UW-Madison
Ao lado do boné, dispositivos que são usados para estimular folículos. Foto: Alex Holloway / UW-Madison

Como os pulsos elétricos são muito suaves e não penetram mais fundo do que as camadas externas do couro cabeludo, os dispositivos não causam efeitos colaterais desagradáveis.

Essa é uma grande vantagem em relação a outros tratamentos para a calvicie, como o uso de medicamentos como minoxidil, alfaestradiol e finasterida, por exemplo, que podem provocar impotência, ansiedade e até depressão. Já alguns cosméticos à venda no mercado podem provocar aumento das mamas, coceira e descamação do couro cabelo.

Eficiente

Os testes realizados em ratos sem pêlos com o dispositivo para estimular os folículos deram resultados excelentes, segundo os pesquisadores. E como eles são alimentados pelo movimento do usuário, não exigem uma bateria muito grande ou componentes complicados.

O uso do boné para abrigar esses dispositivos foi possível graças a Wang, que é um especialista mundial em design e criação de dispositivos de captação de energia.

Ele foi pioneiro em bandagens elétricas que estimulam a cicatrização de feridas e um implante para perda de peso que usa eletricidade suave para fazer com que o estômago se sinta cheio.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a calvicie afeta metade dos homens do planeta, mas é também um problema das mulheres, embora em menor proporção. O boné da universidade americana pode ser usado tanto por homens como mulheres.

Com revista ACS Nano.

Relacionada

Farmácias de BH já vendem novo produto contra calvicie

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome