Seis décadas de casamento que nem a Covid-19 separou

0
145
Sr. Alcindo, 83 anos, e dona Ondina, 80 anos, se recuperam da Covid-19 em Pouso Alegre. Foto-Hospital Samuel Libânio-Divulgação
Sr. Alcindo, 83 anos, e dona Ondina, 80 anos, se recuperam da Covid-19 em Pouso Alegre. Foto-Hospital Samuel Libânio-Divulgação

O senhor Alcindo Pereira da Silva tem 83 anos e sua mulher, Ondina de Moura Bueno da Silva, tem 80 anos. Pequenos agricultores em Senador Amaral, município do Sul de Minas com pouco mais de 5 mil habitantes, eles estão casados há 62 anos e, nesse período, nunca se desgrudaram. Nem mesmo a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, e que pegou o casal recentemente, foi capaz de separá-los.

Os filhos do casal começaram a suspeitar que eles poderiam ter sido infectados no dia 23 de março. No dia 2 de abril, Seu Alcindo teve que ser internado no Hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre. Uma semana depois, já apresentando sintomas da Covid, dona Ondina foi internada no mesmo hospital.

Um dos filhos do casal, José Carlos Pereira, conta que em seis décadas de vida em comum, os país nunca fizeram nada separados. Depois de alguns dias internado, sem grandes complicações com a doença, o casal octogenário, felizmente, se recuperou e recebeu alta.

E a história do Seu Alcindo e Dona Ondina, que venceram o coronavírus, para a alegria dos parentes e da equipe de profissionais de saúde, foi parar nas redes sociais do hospital.

Já em casa celebrando a cura com os cinco filhos, 16 netos e sete bisnetos, Seu Alcindo aconselha as pessoas a se cuidarem. “Quando perceber hoje em dia que está com uma gripezinha ou alguma coisa diferente, procurar recurso logo, antes que passe do tempo. Se bobear, passa mesmo e é perigoso”, alertou .

Sr. Alcindo e Dona Ondina, já recuperados da Covid-19, agradecem os profissionais de saúde. Foto - Reprodução-Facebook-Hospital Samuel Libânio
Sr. Alcindo e Dona Ondina, já recuperados da Covid-19, agradecem os profissionais de saúde. Foto – Reprodução-Facebook-Hospital Samuel Libânio

Agradecimento

Dona Ondina, assim como vem fazendo pessoas do Brasil inteiro, faz um agradecimento especial aos profissionais de saúde que cuidaram dela e do marido no período em que ficaram fazendo o tratamento contra a Covid. “O tratamento foi muito bom. As enfermeiras foram muito boas para mim e conheci três médicos. Queria falar para eles ficarem bem fortes e bem animados, porque eles me trataram muito bem”, agradeceu.

Plenamente recuperados, o casal só quer agora continuar a rotina de vida que levam há décadas, na companhia dos filhos, netos e bisnetos.

O Samuel Libânio é um hospital filantrópico de Pouso Alegre, Sul de Minas, credenciado pelo SUS. Por ser um hospital de referência na região, atende uma população estimada de 3,5 milhões, de 154 municípios.

Relacionadas

Covid: drones fazem coração pulsar no céu de Roterdã

Covid não assusta médico de 98 anos, ainda na ativa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome