Minas Gerais é campeão de redações nota 1.000 no Enem

0
349
Pixabay
Pixabay

Estudantes de todo o Brasil que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começaram hoje (21-01) a fazer as inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), em busca de uma vaga numa universidade pública. Em Minas Gerais, 13 estudantes saíram na frente nesse processo: eles estão entre os 53 alunos de todo o país que tiram nota 1.000 na redação.

Stela Terra Lopes, de 18 anos, aluna da Escola Estadual Sagrada Família 2, em Belo Horizonte, é uma das felizardas. “Não estou aguentando de tanta felicidade. A primeira nota que olhei foi a da redação. Assim que eu vi, já comecei a gritar e pular. Corri para abraçar minha mãe e ela chorou muito”, disse a estudante ao site R7.

stela-terra-lopes-Foto - Redes Sociais - reprodução
Stela-terra-lopes, aluna de uma escola pública de Belo Horizonte trou 1.000 na redação do Enem. Foto – Redes Sociais – reprodução

Qual o segredo? Muito estudo e dedicação. Stela conta que estudava no turno da manhã, no período da tarde reservava de 6 a 8 horas para estudar sozinha, usando apostilas e vídeos encontrados na internet, e à noite fazia o deveres da escola.

Para se sair tão bem na redação, a estudante conta que treinou muito e fez algumas aulas extras para melhorar o seu desempenho. “Nem sempre tive facilidade com a escrita”, contou ela ao R7 para justificar as aulas de reforço. Com a excelente nota, Stela espera conseguir uma vaga no curso de Direito em uma boa universidade pública.

Em Juiz de Fora, na Zona da Mata, três estudantes também conseguiram nota máxima na redação: Carolina de Almeida e Maria Antônia de Lima, ambas de 19 anos, e Bruna Dias, de 18 anos. Bruna, aliás, não acreditou que havia conseguido nota 1.000. “Achei que o aplicativo estava com problema”, contou ela ao G1.

Para alcançar a boa nota ela revelou que fazia uma redação por semana e também o cursinho. “Tentava ler textos antigos de pessoas que tiraram mil e estudava várias áreas de conhecimento”, explicou a estudante, que sonha em cursar Medicina.

A aluna Bruna Dias, 18 anos, de juiz de Foram, foi uma das 12 mineiras a tirar nota 1.000 na redação do Enem. Foto - Redes sociais - reprodução
A aluna Bruna Dias, 18 anos, de juiz de Foram, foi uma das 12 mineiras a tirar nota 1.000 na redação do Enem. Foto – Redes sociais – reprodução

Medicina é também o curso que Carolina de Almeida deseja fazer. Ao ver a nota 1.000 no aplicativo, ela conta que demorou a acreditar. “A ficha demorou um pouquinho para cair, só quando contei para o meu professor de redação que eu tive a sensação de que estava acontecendo mesmo”, explicou.

O tema da redação foi “Democratização do acesso ao cinema no Brasil”, difícil, que muitos alunos consideraram difícil. Depois de Minas, os Estados que mais tiveram estudantes com nota 1.000 na redação fora São Paulo e Goiás, com quatros alunos cada, seguidos por Rio Grande do Norte e no Rio Grande do Sul (três alunos cada); Alagoas, Distrito Federal, Pará e Piauí (com dois alunos), e Espírito Santo, Bahia, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraíba e Pernambuco (um aluno cada).

Carolina de Almeida, também de Juiz de Fora, é outra mineira que tirou nota máxima na redação do Enem. Foto - Redes Sociais - Reprodução
Carolina de Almeida, também de Juiz de Fora, é outra mineira que tirou nota máxima na redação do Enem. Foto – Redes Sociais – Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome