Para aquietar a alma experimente fazer um bolo

0
161
Pixabay
Pixabay

No Aurélio, abrigo é sinônimo de proteção, resguardo das intempéries, refúgio. Em outros dicionários, a definição não é diferente.

O mesmo conceito se aplica à vida real. Abrigo é casa, família e amigos. Se você está perdido, sem rumo, abrigue-se no colo, no ombro. Refugie-se ai. Não há tempestade que o derrote.

Como bem lembra um amigo, “nada muda de lugar verdadeiramente; o “lá fora” é o mesmo “aqui dentro”. Como sempre, é onde sempre esteve”.

E esse aqui dentro sempre pode melhorar. Para apaziguar o coração e aquietar a alma experimente fazer um bolo. Comigo funciona. É como se fosse um ritual: do caos à calmaria; da tempestade à bonança. E se você envolver as crianças, melhor ainda. Ai, a magia acontece de verdade.

– Ihh, esse bolo vai ficar grande demais. Quem vai comer depois? Preocupa-se uma das irmãs.

Que nada! O tamanho ou as sobras, nada disso importa. O que conta mesmo é a oferta, a doação. Para quem estamos fazendo? A quem vamos oferecer uma fatia ou o bolo todo?

Nas férias, a cozinha aqui de casa (ou seria o refúgio? ) ganha cheiro e sabor de chocolate.

-Tia Gisele, vamos fazer um bolo?
– Vamos, sim. Qual sabor?
– Uai, de chocolate, né Tia Gisele? Que pergunta!

E lá vou eu pra cozinha, entre aromas e perfumes, sabores e carinho, fazer mais um bolo de chocolate.

Na surdina, pra variar, até tento dar o toque da cozinheira! Um dia, um pouco de canela, no outro vai cumarú. E que tal raspas de limão e laranja ou baunilha? Sem que ninguém saiba, pode ir também um dedinho de conhaque, de contreau ou de vinho do porto. Água de laranjeira também combina bem. Frutas cristalizadas ou passas? Nem pensar. Por aqui, os pequenos odeiam.

E assim, as férias vão ganhando sabor, perfumes e doses cavalares de carinho. E nesse exércício diário tem o toque dos pequenos chefs.

-Tia Gisele, você esqueceu de colocar café na massa.
– É mesmo! E porque é mesmo que a gente vai trocar o café pelo leite?
– Uai! Pra que o sabor do chocolate fique mais forte. Foi você mesma quem disse isso.

Fico aqui toda, toda, me achando. E num é que esse ritual vai continuar? Benditos sobrinhos e sobrinhas.

E por falar em férias, em dias chuvosos, bolo de chocolate sempre é recebido como um raio de sol. Ou seria como um aconchego, um abrigo?

Quer experimentar a magia? Segue a receita:

Bolo férias de chocolate

Derreta 200 g de chocolate meio amargo, junte 200 ml de creme de leite e 2 colheres de sopa de manteiga.

Misture muito bem. Passe para a tigela da batedeira e junte 1 xícara de chá de açúcar, 4 ovos inteiros, um a um, batendo muito bem a cada adição. !À parte, peneire 2 xícaras chá de farinha de trigo, 1/2 xícara de chá de chocolate em pó e 1 colher de sopa de fermento em pó.

Desligue a batedeira e incorpore os secos, misturando bem.

Coloque a massa em forma untada e enfarinhada com farinha de rosca.

Forno já aquecido, até que a massa rache em cima. Espete um palito. Se sair seco, retire do forno.

Com amor para os amores da Tia; como um agrado para o Osley José.

Relacionadas

Receita da felicidade foi prescrita há mais de 7 décadas

O sabor da vida depende de quem a tempera

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome