Golaço da Premier League em prol da igualdade e inclusão

0
497
A iniciativa Rainbow Laces acontece na Inglaterra

Em grande parte das minhas colunas aqui no Boas Novas MG, reforcei a importância de clubes e entidades que gerenciam e comandam o futebol se posicionarem a respeito de diversas questões, de serem inclusivos e ajudarem a abrir os olhos de boa parte da sociedade. Criado em um ambiente altamente machista, o futebol aos poucos, por meio de boas ações, consegue dar passos importantes nesse sentido.

E uma dessas ações que merece ser destacada e aplaudida é a decisão da Premier League de participar da campanha Rainbow Laces, de apoio à comunidade LGBT não só na sociedade como um todo, mas especialmente no futebol. E nem se trata de uma novidade. Desde 2016, a entidade que regula o mais importante campeonato nacional do mundo apoia a campanha.

Para começar, nos estádios que receberão jogos das rodadas que serão realizadas na Inglaterra nos próximos dias (entre 30 de novembro e 5 de dezembro) terão as bandeiras de escanteio e placas de substituição com as cores do arco-íris (rainbow, em inglês). Telões também irão repassar informações sobre a campanha, assim com as redes sociais de todos os envolvidos.

Para completar, todas as braçadeiras de capitão e cadarços das chuteiras dos jogadores também estarão enfeitados com as cores do arco-íris. E estamos falando de clubes que estão entre os mais ricos do mundo, como Manchester United, Liverpool, Chelsea, Arsenal, Tottenham e Manchester City, e de jogadores como Pogba, Salah, Hazard, Kane e Aguero, entre tantos outros. Ícones para pessoas de todo o universo.

A Premier League é transmitida para todo o planeta e uma ação desse tipo, veiculada por marcas poderosas como os clubes e seus atletas, certamente irá fazer muitos pensarem melhor sobre a inclusão e o respeito aos direitos desse segmento da população. O objetivo da Premier League, aliás, é ampliar esse tipo de trabalho com os clubes, para que estes reproduzam ações em prol da diversidade e da igualdade em suas atividades.

Lembrando que, como falei aqui no Boas Novas MG há alguns meses, várias torcidas LGBT são oficialmente registradas na Inglaterra — são torcidas oficiais, como qualquer outra apoiada pelos clubes.

Vale registrar também que a Premier League tem um programa de educação primária, que pretende introduzir atividades voltadas para conscientizar os alunos sobre questões de gênero, alertando sobre como isso pode afetar o comportamento e autoestima dos envolvidos.

Cinco anos de luta

O Rainbow Laces foi criado em 2013 para combater atitudes homofóbicas no esporte e lutar pela igualdade de direitos do público LGBT. Em 2016, quando o apoio da Premier League entrou em ação, várias atividades foram realizadas também no entorno dos estádios. Naquele mesmo ano, as ações foram apoiadas também pela federação de rúgbi e ícones nacionais, como o estádio de Wembley, foi iluminado pelas cores do arco-íris.

Como sempre, vejo e admiro esses exemplos e percebo o tanto que ainda estamos engatinhando aqui no Brasil. E, também como sempre, torço para que não só o modelo de organização e as questões táticas sejam importadas. Bons exemplos como o apoio a uma ação como o Rainbow Laces iriam fazer um bem imenso para nossos clubes e para sua infinita legião de fãs.

*****

Conhece alguma ação que usa o futebol para combater o preconceito? Entre em contato com a coluna. Boas histórias precisam ser contadas e divulgadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome