O exemplo de honestidade do entregador de água Marcos Paulo

0
936
Marcos com a esposa, a manicure Daniela. Foto - arquivo pessoal
Marcos Paulo com a esposa, a manicure Daniela. Foto - arquivo pessoal

Uma boa ação que se mistura com um gesto de honestidade. Como conta o repórter Rafael D´Oliveira, do site BHAZ, o entregador de água mineral Marcos Paulo França da Silva, de 28 anos, achou nesta quinta-feira (23/11), por volta de 11h30, um envelope branco quando saía do shopping Paragem, no Buritis, onde foi fazer uma entrega.

Ao abrir o envelope, descobriu que nele estavam R$ 1.900,00 e um boleto que deveria ser pago no mesmo dia (23/11). Marcos entrou numa agência bancária, fez o pagamento, no valor de R$ 1.886,65. Em seguida, com a ajuda da mulher, a manicure Daniela Lima, decidiu procurar pela mulher que constava no boleto usando as redes sociais – não só para entregar o documento quitado,  mas também devolver o troco de R$ 13,35.

Marcos contou ao BN em entrevista, por telefone, que sua primeira reação, ao ver que o envelope continha dinheiro, foi procurar por uma viatura policial que estava próxima ao shopping. Não encontrou nenhum policial. Chegou a procurar por algum em lojas próximas, mas não localizou. Quando viu que estava próximo de uma agência bancária, decidiu entrar e efetuar o pagamento.

“Quando sai da agência minha preocupação era tentar encontrar a dona, pois comecei a pensar que ela poderia pagar pelo boleto mais uma vez. E era muito dinheiro. Então minha mulher teve a ideia de usar o Facebook para procurar”, conta Marcos.

Na sua página no Facebook, Daniela contou a história, falou da preocupação em encontrar a verdadeira dona do dinheiro para devolver o documento e o troco e deixou dois telefones de contato. Depois de muitos telefonemas e mensagens, o casal conseguiu descobrir de quem era o dinheiro, por conta do CPF que estava no documento.

Aí Marcos e Daniela tiveram outra surpresa: na verdade, o envelope havia sido perdido por um motoboy, de nome Luiz, que tinha saído com o dinheiro para efetuar o pagamento para uma funcionária de uma empresa multinacional.

“O Luiz me ligou, veio aqui na minha casa (em Contagem), trouxe bolo, doce, biscoito e, claro, me agradeceu demais. Se eu não tivesse encontrado o dinheiro ele teria que assumir esse prejuízo”, conta Marcos. “Sou também trabalhador, corro todo dia para fazer as minhas entregas e sei como o dinheiro está difícil. Graças a Deus ele não teve esse prejuízo”, disse Marcos.

Graças a Deus e, como disse o próprio motoboy Luiz aos visitar o casal para agradecer: “graças também aos anjos Marcos e Daniela”.

Postagem feita por Daniela na sua página no Facebook
Postagem feita por Daniela na sua página no Facebook

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome