EUA apostam US 1,6 bi em vacina contra Covid da Novavax

0
405
Pixabay
Pixabay

O governo dos Estados Unidos decidiu investir US$ 1,6 bilhão (o equivalente a R$ 8 bilhões) em uma vacina contra a Covid-19 da Novavax, uma empresa de Maryland que nunca colocou um imunizante no mercado. É a maior aposta do governo americano, em termos financeiros, em uma vacina que pode colocar fim à pandemia do coronavírus, especialmente porque os Estados Unidos são o país mais afetado pela doença, com mais de 120 mil mortes.

Este valor de US$ 1,6 bi é o maior acordo até hoje da Operação Warp Speed, o amplo esforço federal para disponibilizar vacinas e tratamentos contra o coronavírus ao público americano o mais rápido possível. Pelo acordo, a Novavax produzirá 100 milhões de doses de sua nova vacina até o início do próximo ano, caso ela se mostre eficaz em ensaios clínicos. 

“A adição da candidata da Novavax ao diversificado portfólio de vacinas da Operação Warp Speed ​​aumenta as chances de termos uma vacina segura e eficaz no final deste ano”, disse Alex M. Azar II, secretário de saúde e serviços humanos do governo americano, em um comunicado à imprensa.

A vacina contra o coronavírus da Novavax usa a mesma tecnologia que outros imunizantes experimentais, como a da gripe, que foram testados em ensaios clínicos em estágio avançado. A empresa de Maryland contratou recentemente executivos seniores de fabricantes mais experimentados de vacinas, como AstraZeneca e GlaxoSmithKline.

Com este acordo com a Novavax, o governo federal já investiu quase US $ 4 bilhões em empresas que buscam vacinas contra a Covid-19. Na farmacêutica sueco-britânica AstraZeneca, os EUA estão investindo US$ 1,2 bilhão.

A empresa desenvolve em parceria com a Universidade de Oxford a vacina contra o coronavírus considerada a mais promissora do mercado, com boas chances de estar disponível até o final do ano – ela será testada em 3 mil brasileiros a partir do dia 20 de julho.

Diversificação

Farmacêutica francesa Sanofi está desenvolvendo duas vacinas contra a Covid-19. Foto - Fiocruz

A empresa americana Moderna, que também tem um estudo promissor de uma vacina contra a Covid, usando uma nova tecnologia, recebeu do governo americano US$ 500 milhões.

A estratégia do governo americano, ao apoiar uma variedade de abordagens em busca de uma vacina contra a Covid-19, com investimentos que podem chegar a US$ 10 bilhões, é a melhor maneira, afirmam especialistas, de agir rapidamente no meio de uma pandemia mortal, garantindo um medicamento eficaz contra o vírus, que atingiu fortemente os Estados Unidos.

Com NYT

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome