ONG envia cartas de apoio a pacientes de câncer de mama

0
1009
ONG envia cartas a mulheres com câncer de mama

O tratamento de câncer tem muitos desafios emocionais, tanto do paciente como das pessoas queridas a ele, que convivem diariamente com as limitações e exigências da doença. Mas alguns gestos de gentileza podem fazer a diferença e aliviar um pouco o sofrimento.

Como uma carta, esse objeto que parece extinto, mas que pode se tornar uma grande ajudar para superar esses obstáculos.

A Girls Love Mail é uma organização sem fins lucrativos que pede a pessoas do mundo inteiro que escrevam cartas de amor e encorajamento para pacientes com câncer de mama.

Desde que essa proposta de caridade foi lançada, em agosto de 2011, já foram enviadas mais de 125 mil cartas para pacientes com câncer em todo o mundo. Os redatores de cartas variam de alunos da 4ª série do Ensino Fundamental até pessoas de 90 anos. E os autores escrevem de países de vários continentes: Estados Unidos, Canadá, Japão, Alemanha, Coréia, Brasil, Reino Unido, Irlanda, Austrália, Malta, Birmânia e Holanda, entre outros.

A recepção das cartas ajuda a entender a importância dessa iniciativa. “Recebi uma carta de um completo estranho e foi tão poderoso”, diz uma paciente. “Agora, guardo a carta na minha mesa de cabeceira e leio-a todas as noites antes de dormir para ganhar força. Estou espantado com a gentileza neste mundo.”

A fundadora do Girls Love Mail, Gina Mulligan, diz que ela teve a idéia para a caridade depois que foi diagnosticada com câncer de mama em 2009. Na época, a autora estava trabalhando em um romance que era inteiramente composto por cartas. Ela começou a receber centenas de mensagens escritas de melhoras e teve a ideia de transformar numa iniciativa de caridade.

“As cartas estavam ao meu redor e percebi que esses itens são um presente precioso com o poder de ajudar na cura”, diz Gina Mulligan, criadora da iniciativa que forma uma rede do bem em torno de pessoas que precisam de apoio em um momento difícil.

Ela então começou o seu projeto com a intenção de gerar cartas suficientes para enviar a cada mulher que recebe um diagnóstico de câncer de mama — no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer, o número de casos diagnosticados por ano chega a 59,7 mil. A campanha Miles of Mail 2018 da Girls Love Mail espera reunir pelo menos 40 mil cartas no ano.

Como escrever uma carta

O site da Girls Love Mail dá todas as diretrizes e dicas para um voluntário escrever uma carta. As orientações passam por palavras a serem evitadas e informam também como deve ser enviada. As cartas devem ser escritas a mão.

Como o autor não sabe quem vai receber, é necessário evitar menções a raça, idade, religião, prognósticos e tipo de tratamento. A proposta é oferecer palavras de carinho, de suporte.

A iniciativa aceita cartas de todos os idiomas, português inclusive. Elas devem ser enviadas para a sede da Girls Love Mail, na Califórnia. Lá, a ONG faz a seleção e distribui as cartas para as pacientes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome