3 livros menos conhecidos de Gabriel García Márquez

0
418
A coluna indica 3 livros de Gabriel García Márquez

A proposta desta coluna é indicar, a cada semana, três livros de um determinado tema. Livros que podem se agrupar em um assunto, uma expressão, uma ideia. E que fujam das listas dos mais vendidos e das resenhas publicadas com frequência em jornais, revistas e blogs.

Nesta semana, indico três livros de Gabriel García Márquez que escapam dos títulos clássicos do escritor colombiano, como “Cem Anos de Solidão” e “Amor nos Tempos do Cólera”. São obras menos conhecidas e curtas, daquelas que podem ser percorridas em um bom fim de semana de descanso. Todos os livros foram lançados pela editora Record.

*****

Cheiro de Goiaba

Gabo conversa com Plinio Apuyelo Mendoza, amigo de juventude, e fala de literatura, política, mulheres, fama. Conta como é seu processo de trabalho e como chegou aos seus livros. Uma deliciosa transcrição desse bate-papo permite ao leitor conhecer um pouco o escritor colombiano.

Ninguém Escreve ao Coronel

Segundo romance de Gabo, escrito em 1957. É uma fábula latino-americana, em que um velho coronel vive num vilarejo hostil e isolado, esquecido. Recebe apenas seu pagamento de aposentadoria. O livro funciona como uma alegoria dos regimes violentos que tomaram conta do continente, mas o autor foca sua narrativa na decadência e em como lugarejos eram explorados pela repressão.

A Revoada

A estreia de Gabo e de Macondo em sua literatura. Em edições anteriores, foi chamado também de “O Enterro do Diabo”. Mesmo sem a força do seu trabalho maduro, o livro já mostra o talento do escritor em criar universos e fantasiar com a realidade. O escritor recolhe três monólogos de personagens diferentes que moram em uma aldeia: um coronel, sua filha Isabel e seu neto. Os fatos se passam entre 1903 e 1928, mas Márquez reserva um lugar especial para um médico, velado pelos três parentes.

*****

Gostou da seleção? Se quiser acrescentar um livro à lista ou sugerir um tema para a coluna, deixe um comentário. Aproveite e leia mais indicações da coluna Bússola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome