Banho de Amor ganha exposição na praça da Liberdade

0
481
O projeto Banho de Amor ajuda população de rua

Inspirado em um vídeo de um projeto semelhante, o empresário Marcos Calmon e alguns amigos criaram o Banho de Amor há mais de um ano. A ideia da iniciativa era aumentar a dignidade e autoestima de pessoas em situação de rua, reinserindo-as na sociedade.

Agora, o projeto ganha uma exposição, que acontece no MM Gerdau — Museu das Minas e do Metal, na praça da Liberdade. A mostra Olhares sobre o Projeto Banho de Amor foi organizada por dez fotógrafos voluntários. São 30 fotografias que ilustram a realidade das pessoas que moram nas ruas. As imagens também retratam como iniciativas assistenciais como o Banho de Amor podem fazer a diferença na vida dessa população.

O projeto construiu infraestrutura e deu condições para que essas pessoas encontrassem mais dignidade. Foram levantados dois banheiros (masculino e feminino) itinerantes que circulavam em uma carreta, cada um deles com chuveiro e pia.

São oferecidos banhos quentes com kits de higiene e roupas limpas — todo o material é recebido de doações.

O projeto também montou estrutura para entrega de refeições, atendimento estético, sessões de reiki, cadastro para empregos, encaminhamento para clínica de tratamento, entrega de livros, assistência social, de saúde e jurídica.

Atualmente, cerca de 1.000 voluntários estão cadastrados e participam das ações semanalmente. O Banho de Amor tem uma conta no Instagram para divulgar suas ações.

Agenda da exposição sobre Banho de Amor

  • O quê: Olhares sobre o Projeto Banho de Amor
  • Onde: MM Gerdau — Museu das Minas e do Metal. Praça da Liberdade, s/nº — Prédio Rosa
  • Quando: até 31/8
  • Horário de visitação: de terça a domingo, das 12h às 18h — às quintas, das 12h às 22h
  • Entrada: gratuita

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome