Superbaterias reduzem custos energéticos na Austrália

0
432
As superbaterias da Tesla

Elon Musk enviou foguetes para Marte, constrói carros elétricos supervelozes e cofundou uma empresa de pagamentos eletrônicos que se tornou padrão no mundo (PayPal). Agora, ele deu outro passo: criou um sistema de energia baseado em superbaterias.

O sul da Austrália sofre frequentemente com quedas de energia, o que encarece o sistema e prejudica a população. Por isso, o governo local começou a procurar por um sistema de backup mais econômico e ecologicamente correto para sua rede elétrica.

Então, em julho passado, Elon Musk, CEO da companhia de carros elétricos energia alternativa Tesla, ofereceu-se para construir a maior bateria de íons de lítio do mundo. Para a empresa, essa seria a melhor solução de backup para o território.

Assim como em seus outros projetos, como o foguete enviado a Marte pela sua empresa SpaceX, Musk negociou com ousadia. O empresário deu como garantia que, se a bateria não estivesse pronta para ser ligada no prazo de 100 dias após a assinatura do contrato, ele daria o equipamento gratuitamente ao governo.

De acordo com novos dados que foram apresentados em uma conferência sobre energia na Austrália, a bateria de 129 megawatts já resultou em um sucesso impressionante.

Superbaterias reduzem manutenção

Para começar, a bateria gerou uma redução de 90% nos custos de manutenção. Além de ser uma substituta mais barata para o sistema dependente de combustível fóssil usado anteriormente pelo operador do mercado de energia, as superbaterias não emitem carbono. Também são capazes de responder a interrupções em questão de segundos, o que  não era alcançado por backups anteriores.

Nos primeiros quatro meses de operação, as superbaterias já economizaram US$ 26 milhões em custos de manutenção para a rede, tornando a Austrália do Sul a única região que teve uma queda no custo de serviços auxiliares nos últimos meses.

Portanto, Musk não só cumpriu com sua promessa como deixou um legado ambiental importante para a Austrália. As superbaterias estão mudando a forma como os australianos se conectam com a energia.

* Com informações da Goodnews Network

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome