‘Memórias Urbanas’ leva grafite ao Museu Inimá de Paula

0
877
Grafite do artista Gud Assis, que está em exposição no Museu Inimá de Paula
Obra do artista Gud Assis | Foto: Museu Inimá de Paula/Divulgação

Enquanto Belo Horizonte aguarda a abertura da exposição do norte-americano Basquiat, a ser realizada no Centro Cultural Banco do Brasil em julho, outra mostra, também focada na linguagem do grafite, ganha espaço no Museu Inimá de Paula. A exposição “Memórias Urbanas”, parte do projeto Arte Favela, permanece em cartaz até 1º de abril.

A mostra reúne sete artistas convidados, nomes já difundidos no meio artístico urbano belo-horizontino, que expõem 35 telas criadas a partir de técnicas diversas. São eles Ataide Miranda, ED-Mun, Gud Assis, Hely Costa, John Viana, Nilo Zack e Scalabrini Kaos.

A ideia é discutir a volatilidade da arte urbana, especialmente do grafite, e trazê-la como uma representação da memória da cidade. Assim, a proposta traz para o ambiente do museu a linguagem estética e visual apresentada na rua.

Serviço

  • O quê: Exposição “Memórias Urbanas”
  • Quem: Projeto Arte Favela – artistas Ataide Miranda, ED-Mun, Gud Assis, Hely Costa, John Viana, Nilo Zack e Scalabrini Kaos
  • Onde: Museu Inimá de Paula (rua da Bahia, 1.201, Centro)
  • Quando: até 1º de abril
  • Horários: terça, quarta, sexta e sábado: 10h às 18h30; quinta: 12h às 20h30; domingo: 10h às 16h30
  • Quanto: entrada franca

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome