Megashow arrecada R$ 670 milhões para a OMS

0
432
Lady Gaga foi uma das atrações e também curadora do festival O festival One World: Together At Home
Lady Gaga foi uma das atrações e também curadora do festival O festival One World: Together At Home

O megashow One World: Together At Home (Um mundo: juntos em casa, em tradução livre), que foi exibido durante mais de oito horas no último sábado e contou com a participação de grandes estrelas da música mundial, conseguiu arrecadar quase R$ 670 milhões. O dinheiro será repassado para a Organização Mundial de Saúde (OMS), que vai usá-lo no combate à Covid-19.

O evento foi organizado pela ONG Global Citizen e teve curadoria da cantora Lady Gaga, que foi também uma das atrações. ”
127,9 milhões de dólares para o alívio da Covid-19. Esse é o poder e o impacto do One World #TogetherAtHome. Obrigado @ladygaga por nos ajudar a criar este histórico evento de transmissão global”, disse a OMS em suas redes sociais.

Boa parte dos recursos será usada no apoio aos profissionais de saúde que estão lutando contra a pandemia. Iniciativas de apoio a esses profissionais, que são fundamentais nesse período de crise, estão se espalhando pelo mundo.

Outro objetivo do show foi incentivar as pessoas a ficarem em casa, cumprindo a recomendação da OMS para o isolamento social, que só recomenda as saídas em casos de extrema necessidade, ainda assim com bastante cuidado, usando máscaras, por exemplo.

Durante mais de oito horas do último sábado, mais de 100 artistas do mundo participaram do One World: Together At Home. Todos se apresentaram de suas casas e as transmissões foram feitas por várias plataformas na internet, bem como por alguns canais de TVs abertas e fechadas.

Cantaram no festival, entre outros, Rolling Stones, Paul McCartney, Elton John, Stevie Wonder, Billie Eilish e Finneas, Lizzo, John Legend, Chris Martin (Coldplay), Eddie Vedder, Kacey Musgraves, J Balvin, Keith Urban, Alanis Morissette, Lang Lang e Andrea Bocelli, Billie Joe Armstrong (Green Day), Burna Boy, Maluma.

A canções foram gravadas e compiladas como se fossem um disco ao vivo. O álbum já pode ser ouvido em plataformas de streaming, como o Spotify, e toda a verba daí decorrente será repassada ao fundo de combate à covid-19, gerenciado pela OMS.

Relacionada

Grandes artistas se unem em megashow para combater Covid

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome