5 filmes inspiradores baseados em fatos reais

3
2783
Filmes inspiradores são opção na Netflix

Filmes inspiradores sempre ajudam a levantar o astral e fazem despertar aquela vontade de produzir, de ajudar e batalhar pela vida. Melhor ainda quando estão disponíveis na Netflix.

O Boas Novas MG preparou uma seleção de cinco filmes inspiradores para você fazer sua maratona em frente à TV. Com um detalhe: todas as obras são baseadas em histórias reais.

Esse é um ingrediente que faz a diferença na hora de buscar a inspiração. Afinal, estamos vendo pessoas que passaram por problemas e enfrentaram situações desafiadoras.

O mais importante é que nem sempre o resultado é o que se espera. O que vale é perceber a jornada, o desafio e a postura de encarar obstáculos.

Então, vamos à seleção? Prepare a pipoca, reúna a família e se emocione com estes cinco filmes inspiradores!

Lion — Uma Jornada para Casa

O filme narra a vida de Saroo, um garoto indiano que aos 5 anos se perde da família, no interior do país asiático. Ele vai parar em Calcutá, sem saber se comunicar, por conta dos dialetos diferentes.

Assustado, enfrenta a miséria das ruas, até ser resgatado por um serviço comunitário. Ele é adotado então por um casal australiano e, adulto, resolve investigar sua origem.

Saroo vai usar novas tecnologias, como Google Earth, para encontrar seus pais biológicos, além de contar com a ajuda da namorada. É daqueles filmes que fazem chorar e mostram o quanto a persistência é importante para alcançar o que queremos.

Saroo, já adulto, tenta encontrar seus pais biológicos

Selma  — Uma Luta pela Igualdade

O filme revisita as marchas de Martin Luther King em 1965, quando lutava pelos direitos dos negros de votarem.

Depois de receber o Nobel da Paz, no ano anterior, Luther King reuniu-se com o então presidente dos Estados Unidos, Lyndon B. Johnson, para negociar uma lei que protegesse os negros que quisessem votar.

Ele segue para Selma, no interior do Alabama, para se encontrar com ativistas e iniciar as marchas. No caminho, vão enfrentar resistência política e violência policial.

Esses eventos ajudaram a moldar a consciência política nos EUA, ainda um país muito racista e que limitava os movimentos negros.

Em Selma, os direitos dos negros são a causa que levam às marchas de Martin Luther King

Na Natureza Selvagem

Christopher McCandless tem 22 anos, acabou a faculdade, mas acha que a vida é muito mais do procurar um emprego, formar família e assistir TV. Então, ele toma uma decisão radical.

Deixa para trás o conforto da casa onde mora com seus pais, bens materiais e um futuro promissor e resolve colocar o pé na estrada. Com uma mochila, começa a perambular pelos Estados Unidos.

Quando precisava de dinheiro, fazia uns bicos. Lia muito Tolstói e Thoreau e se decidiu passar uma temporada no Alasca, para ficar em contato permanente com a natureza.

Vai enfrentar então a dureza da vida selvagem. O final se revela um ato tocante que mostra a força do jovem que decidiu sonhar e viver um pouco mais do que se esperava dele.

A história de McCandless rendeu o livro “Na Natureza Selvagem” (Companhia das Letras), de Jon Krakauer.

Na Natureza Selvagem conta a história do jovem que desafiou a vida

O Óleo de Lorenzo

Lorenzo é um garoto que aparenta ser normal quando nasce. Mas, aos poucos, começa a apresentar vários problemas: hiperatividade, surdez, desequilíbrio. Ele tem 6 anos e ninguém consegue identificar o problema.

Os pais do menino, Augusto e Michaela, procuram orientação médica e descobrem que Lorenzo é portador de uma doença rara e incurável, a adrenoleucodistrofia (ALD). Esse mal afeta os neurônios e leva o paciente à morte em no máximo dois anos.

Na época, pouco se sabia sobre a doença e possíveis tratamentos. Inconformados, os pais começam então a pesquisar e procurar testes para encontrar alguma medida que possa ajudar o garoto.

O filme narra a trajetória dessa busca, em que os pais muitas vezes se viram sozinhos — Augusto era o mais obcecado por encontrar alguma solução, e isso acabou afetando o casamento.

Os pais do menino Lorenzo na luta para salvar a vida dele

O Solista

O filme é estrelado por dois dos atores mais famosos atualmente em Hollywood, Robert Downey Jr. (“Homem de Ferro”) e Jamie Foxx (“Ray”).

Downey vive o jornalista Steve Lopez, que, após sofrer um acidente, ouve um a música vindo de um violoncelo enquanto estava no hospital.

Intrigado com aquele som, ele começa a procurar a origem e descobre um mendigo com histórico de esquizofrenia que consegue ter um pouco de paz na interpretação de músicas clássicas.

Nathaniel, vivido por Foxx, se mostra arredio no início, mas os dois vão se entender, o que vai abrir caminho para uma parceria.

Jamie Foxx e Robert Downey Jr. em cena de O Solista

Gostou da nossa seleção de filmes inspiradores? Você tem algum título que se encaixa nesse gênero? Então, deixe seu comentário para a gente e compartilhe suas sugestões com os leitores do Boas Novas MG!

3 COMENTÁRIOS

  1. É interessante ver um filme que está baseado em fatos reais, acho que são as melhores historias, porque não necessita da ficção para fazer uma boa produção. Também gostei muito do filme Dunkirk, não conhecia a história e realmente gostei. Parece surpreendente que esta história tenha sido real, considero que outro fator que fez deste um grande filme foi a atuação do ator Tom Hardy, seu talento é impressionante.

    • Oi, Simone, realmente, filmes baseados em fatos reais rendem boas histórias. Dunkirk é um ótimo filme. Você assistiu a O Destino de uma Nação? É basicamente a mesma história, só que contada pelo lado político, em Londres, com as decisões de Churchill. Vale a pena.

  2. O filme retrata nuances de uma história profunda e fortemente impactada pela ausência de significações em torno de Si mesmo, de tal modo, que impedia que a psique se autorregulasse. É interessante ver um filme que está baseado em fatos reais, acho que são as melhores historias, porque não necessita da ficção para fazer uma boa produção. Também gostei muito do filme Dunkirk um dos melhoresfilmes ação 2017, não conhecia a história e realmente gostei. Parece surpreendente que esta história tenha sido real, considero que outro fator que fez deste um grande filme foi a atuação do ator Tom Hardy, seu talento é impressionante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome