5 de dezembro, um bom dia para iniciar trabalhos voluntários

0
769
5 de dezembro foi instituto como o Dia Mundial do Voluntariado pela ONU
5 de dezembro foi instituto como o Dia Mundial do Voluntariado pela ONU

O mundo celebra hoje, 5 de dezembro, o Dia Internacional do Voluntariado, que foi instituto pela Organização das Nações Unidas (ONU) desde 1985. A data foi criada para estimular o espírito de solidariedade nas pessoas, que são convidadas a colaborar com o desenvolvimento sustentável do planeta.

A palavra voluntariado vem do latim voluntarius e significa aquele que age por vontade própria. Para a ONU, o voluntário é o jovem ou o adulto que, devido a seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar social, ou outros campos.

Todos os anos, mais de 7 mil mulheres e homens, de mais de 170 nacionalidades e com grande experiência profissional, trabalham como voluntários da ONU em mais de 140 países.

Eles ajudam a organização a alcançar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, reduzindo a pobreza, fomentando a governança democrática, promovendo políticas ambientais, fortalecendo recursos para prevenir e responder a crises e lutando contra o aumento de doenças como a Aids. Quem quiser ser voluntário do programa da ONU pode encontrar mais informações aqui

Não precisa ir muito longe, entretanto, para trabalhar como voluntário. Aliás, o nosso país, um dois mais desiguais do mundo, precisa muito do trabalho voluntário, que é regulamentado por lei (nº 9.608, de 1998). Mas a participação da população brasileira em ações de voluntariado é muito pequena se comparada com outros países.

“Falta de tempo”

Uma pesquisa do instituto Datafolha de dezembro de 2014, encomendada pela Fundação Itaú Social, mostrou que somente 28% das pessoas já participaram de algum trabalho voluntário e que somente 11% continuavam atuando nesse formato, o que está muito abaixo da média nacional. Na China, por exemplo, 55% da população tem algum tipo de envolvimento com atividades voluntárias.

O Datafolha ouviu 2.024 pessoas em 135 municípios. Entre os motivos apontados pelos entrevistados para não ser voluntário estavam: “falta de tempo”, que foi alegado por 40% dos entrevistados, “nunca foram convidados” (29%), “nunca pensaram nessa possibilidade” (18%) e “não sabem onde obter informações sobre isso” (12%).

A Pastoral da Criança é referência no Brasil e no mundo quando se fala de voluntariado. Criada em 1983 por Zilda Arns, médica pediatra e sanitarista, a Pastoral busca promover o desenvolvimento das crianças pobres, de zero aos seis anos, por meio de orientações básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania, contribuindo para que suas famílias e comunidades realizem sua própria transformação. A entidade tem mais de 180 mil voluntários cadastrados.

Para quem está querendo ser voluntário e não sabe por onde começar, uma boa dica é acessar o portal OngsBrasil, que foi criado para melhorar a divulgação na internet do trabalho de instituições sociais em todo o país. No site é possível localizar as Ongs pelo seu tipo de atuação (se trabalham com crianças, animais, meio ambiente, saúde etc), por cidades e uma maneira de atuar como voluntário por meio de cada uma delas. Para quem alega não saber onde obter informações sobre o assunto, esse problema não existe mais.

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira o seu comentário!
Por favor insira seu nome